RSS

Pesquisar este blog

31/01/2015

O paradoxo da lagarta e a borboleta.


Olá, lindas borboletas.

Finalmente minhas férias acabaram (snif), agora minha rotina volta aos trilhos, meu ano começa realmente. Como disse em um post anterior, cansei de ser lagarta e quero ser borboleta. Para isso preciso fazer algumas mudanças de hábitos, e não falo do filme (rsrsr), se bem que tem lá sua ligação, porque no final quero renovar meu guarda-roupas por peças três ou quatro números menores. 
Claro que isso tudo tem a ver com vaidade, mas, não acredito em beleza sem saúde. para mim as duas coisas andam lado a lado. Não adianta usar quilos de maquiagem e não cuidar da pele, por exemplo. 
Neste contexto surge um paradoxo: Quero virar borboleta, (neste momento específico estou me referindo a emagrecer), porém, para conseguir preciso comer como a lagarta.
Deste modo estou testando uma "teoria paradoxal" que me veio a cabeça, "Comer como lagarta, para vira borboleta".
Huuuummm?????
Não estão entendendo?
Vou explicar?
Assim, como não existe beleza sem saúde, não existe dieta milagrosa. As melhores dietas para perda de peso, seja qual for, seguem o princípio básico da reeducação alimentar. Você precisa aprender a se alimentar de forma saudável, fazendo escolhas inteligentes. E para mim, o mais importante é que não haja proibições, apenas uma conscientização. de modo que a perda de peso seja gradual e duradoura. Quero agradecer a Cleo, pela dica, mas, por mais que eu ache a Dukan, muito legal, não consigo seguir nada que me restrinja muito, nem que seja por pouco tempo. Tudo que é proibido me atrai mais, kkk.
E o que seriam assas, escolhas inteligentes? Alimentos, naturais, crus, frescos. Daí minha menção a lagarta. Atualmente o meu maior problema é conseguir me alimentar de 3 em 3 horas, e por isso quando vou comer, acabo exagerando e não fazendo as melhores opções. Vou trabalhar o dia inteiro e para não cair em armadilhas, e não me boicotar, vou ter que aprender a carregar minha lancheira e minha marmita. E sim, comer como a lagarta, ou seja, fazer um numero maior de refeições com mais vegetais. Até mesmo porque sei que leite, carnes vermelhas e pão  não me cai muito bem, como de teimosa.
Se eu conseguir seguir minha dieta da lagarta durante a semana (refeiçoes mais frequentes e mais naturais), posso dar uma desencanada aos finais de semana, pois, já fiz isso anteriormente e funcionou bem para mim.
Farei o teste durante essa semana e volto semana que vem para contar.
O mês de fevereiro será de experiência, vou testar minha teoria. kkkk
Bjoks




2 amigas deixaram seu carinho. Comente você também.:

Larissa Minguta disse...

Adorei o texto! Muito reflexivo ! É é verdade, uma coisa depende da outra! Primeira vez aqui no seu blog. Adorei! Se vooc puder da uma passadinha no meu e conhecer minha historia. Agradeço! Bjus! :* lalahminguta.blogspot.com.br

Cleonice Santos disse...

Olá Bom dia,eu também estou de dieta ,não sei se viu no blog mais sigo a adieta Dukan,a unica até hoje que fez abaixar o ponteiro da balança,tem algumas restrições sim,mais somente por um tempo,consegui emagrecer 20kg com ela,dei uma relaxada e não segui direitinho com diz o livro e recuperei 6kg em dois,agora estou de volta firme,sucesso na sua depois nos conte,espero sua visita la no blog ,estou colocando minhas receitas,veja se gosta de alguma,é bem natural.beijos